myavr.info Religion Quebrando O Aquario Pdf

QUEBRANDO O AQUARIO PDF

Friday, August 16, 2019


Quebrando-o-aquario - Looking for ePub, PDF, Kindle, AudioBook for Quebrando-o-aquario? This site. (myavr.info) will allow. E você conhece bem o cotidiano jornalístico, que conjuga competência, missa pedida; quebrar o cuspe; quebrar o jejum; quebrar o torto; roer tampa de pinico; . aprovado; aquariano(s) arejado; atendível; avulso; bem-aceito; bem- visto;. em sistemas de recirculação para o cultivo de peixes. de peixes ornamentais e em grandes aquários .. chance de alguma delas quebrar e comprometer.


Author:AURELIO BAUMBACH
Language:English, Spanish, Portuguese
Country:Slovakia
Genre:Personal Growth
Pages:364
Published (Last):13.05.2015
ISBN:442-2-17905-968-9
ePub File Size:20.41 MB
PDF File Size:11.86 MB
Distribution:Free* [*Regsitration Required]
Downloads:24626
Uploaded by: LACIE

ior á u q a e d o h in ix e p Oração de um Senhor: segu do aquário, pois as on nsível e pode parar. - Não bata no vidro . Água turva em aquários _ myavr.info Passo a Passo de Como Quebrar a Senha Wep Em 9 Comandos. O cientista político Heni Ozi Cukier é mais um convidado da série 'Afinal, isso é tudo? .. câncer, leão, virgem, libra, escorpião, sagitário, capricornio, aquário ou peixes? . Garanta sua Vaga para o Workshop "QUEBRANDO O CÓDIGO DOS de cursos online, em pdf e videoaulas, focados no edital de cada concurso. Purchase your copy of BS as a PDF download or hard copy directly . cacp exam study guide, ianglala kehidupan cerita silat, quebrando o aquario.

I hate that! Abertas as portas de seu apartamento. Celine abre-se. Foi tacitamente decidido, definido, definitivamente. Um pequeno zoom, close-up nele, que sabia. Ela sabia.

Eles sabiam. E o final nos diz isso. Importa mencionar que este piano se divide em 11 projectos e que um deles visa a implementacjao de uma abordagem inovadora em termos de promocjao do destino "Portugal". A promocjao implica necessariamente comunicacjao, isto e, a transmissao de informacjao a potentials compradores, de forma a convence-los a comprar ou consumir produtos ou services cf:. Serra 1. Tal como Kotler et al. Neste piano estrategico, confere-se particular importancia ao canal Internet como principal veiculo de promocjao do destino "Portugal".

Deste modo, assiste-se ao refonjo deste meio de comunicacjao, nomeadamente atraves da criacjao de sites multilingues. Esta e, alias, uma estrategia que acompanha o rapido crescimento da Internet, enquanto meio publicitario e de divulgacjao, nos ultimos anos. A Internet e, cada vez mais, usada como forma de vender um lugar, uma vez que o consumidor a pode utilizar para encontrar informacjao sobre um destino, planear as ferias e inclusive fazer reservas. O acesso 1 Para uma descrigao detalhada dos principals instrumentos e tecnicas de comunicacao usadas no turismo, consultar Serra Este artigo examina um corpus constituido por textos provenientes de sites de Regioes de Turismo de Portugal, em portugues e as respectivas traduces para ingles, com o objectivo de demonstrar o modo como os tradutores adicionam informacjao que o texto original nao contem.

Ou seja, com a analise desta caracteristica especifica dos sites oficiais traduzidos para promover o destino "Portugal" no mercado extemo pretende contribuir-se para o incremento do estudo das traduc;6es de textos turisticos de caracter promocional. Este estudo salienta, ainda, a importancia que as opc;6es dos tradutores assumem no marketing do destino turistico, uma vez que a informacjao que e adicionada, nomeadamente linguagem mais persuasiva, cria uma determinada imagem de uma regiao.

Metodologia Este estudo insere-se no ambito dos estudos linguisticos com base empirica, ou seja, baseados no uso real da lingua e na sua observacjao, uma vez que se pode observar apalavra ou expressao no seu contexto a par dos respectivos equivalentes nos textos traduzidos.

Os mais recentes avancjos nas tecnologias computacionais permitem o armazenamento de grandes colecc;6es de textos e a sua analise com ferramentas de software cada vez mais versateis.

Por outro lado, os corpora fornecem dados empiricos que permitem testar modelos linguisticos e computacionais. Nos ultimos anos, tem-se assistido ao incremento de pesquisa relacionada com a compilacjao de textos e respectivas traduc;6es, bem como ao desenvolvimento de tecnicas para o processamento dessas bases de dados bilingues.

Deste modo, a metodologia adoptada e a da Linguistica de Corpus. A Linguistica de Corpus tern tido um rapido crescimento, gramas a disponibilizacjao crescente de corpora em diversas Hnguas. Segundo McEnery e Wilson Ainda segundo McEnery e Wilson Quando falamos de corpora paralelos, estamos a referir-nos a um conjunto de textos originais numa lingua e respectivas traduces, numa ou mais linguas.

Os corpora paralelos bilingues sao igualmente conhecidos por bi-textos e Barlow cf:. Barlow Tal como Veronis refere No ambito do ensino da lingua, podem funcionar como uma estrategia de aprendizagem utilizada pelos alunos2; nos estudos de traducjao, como a base de estudos comparativos, e no ambito do processamento da linguagem natural sao usados na extraccjao automatica 2 Frankenberg-Garcia exemplifica as vantagens dos corpora paralelos na aprendizagem de uma lingua estrangeira.

O corpus paralelo usado neste estudo consiste em textos em portugues e respectivas traduces para ingles, recolhidos em 10 sites das Regioes de Turismo de Portugal. As Regioes de Turismo sao institui ;6es publicas responsaveis pela promocjao da actividade turistica nacional, que tern como objectivo contribuir para o desenvolvimento da herancja historica, cultural e natural de uma determinada regiao4.

O presente estudo teve inicio com a compilacjao deste corpus, denominado Turigal, que contem neste momento 1.

O Corpus CLUVI e urn corpus textual aberto, focado na lingua galega contemporanea, oral e escrita, que contem corpora paralelos em quatro registos especializados: Embora o seu objectivo principal seja o de servir de repositorio da lingua galega, este corpus tern vindo a ser ampliado de modo a aceitar outras combinac;6es linguisticas, tais como ingles- portugues, ingles-espanhol e portugues-espanhol6.

Todos os textos paralelos alinhados, incluindo o Turigal, foram armazenados em formato TMX e tres estrategias de traducjao — adicjao, omissao e reordenamento — foram codificadas. Para uma analise detalhada das funcoes das Regioes de Turismo, consultar Kotler et al.

Baiacu abei

Corpus Turigal O corpus paralelo em que se baseia esta investigate — denominado Turigal — consiste nas paginas web de 10 sites de Regioes de Turismo portuguesas, e respectivas paginas web em ingles, gravadas como texto simples. Esta tarefa, aparentemente simples, nao esteve isenta de dificuldades: Seguiu-se a conversao para o formato Word, corrigindo-se os inevitaveis erros resultantes da conversao e, fmalmente, gravaram-se os textos em formato de texto simples.

Para alem disso, encontraram-se inumeras paginas web nao traduzidas ou entao apenas na versao inglesa. De igual modo, muitos sites recentemente implementados eram de acesso bastante lento, podendo apenas aceder-se a uma pagina de cada vez e nao a varias em simultaneo. De seguida, os textos foram alinhados com recurso ao programa TRANS Suite Align Cypresoft , uma ferramenta que permite alinhar textos paralelos.

Cada texto possui urn cabecjalho com informacjao acerca do site: Quanto ao alinhamento, embora na grande maioria dos casos a uma frase no texto de partida corresponda uma frase na traducjao, casos ha em que a uma frase no texto de partida correspondem duas ou mais frases na traducjao ou vice-versa, isto e, a duas ou mais frases no texto de partida corresponde apenas uma na traducjao.

O ponto de partida para o alinhamento e sempre a frase do texto, ou seja, a frase do original faz-se corresponder o texto traduzido, que tanto pode ser uma frase completa como mais do que uma ou ate mesmo apenas uma parte de uma frase. Deste modo, o alinhamento implica tambem uma anotacjao do corpus paralelo, pois a traducjao nao e urn processo linear.

Vejam-se alguns exemplos de anotacjao do corpusparalelo Turigal. Neste primeiro exemplo, estamos perante uma omissao da traducjao, pelo que uma oracjao do texto de partida nao tern correspondencia no texto traduzido. As adic;6es sao assinaladas entre as etiquetas [[hi type— "ind']] e [[Ihi]].

Sera que todos os tradutores utilizam esta estrategia ao traduzir estes sites de promocjao turistica? Em que casos e que conclusoes podemos retirar desse facto? Analise da informagao textual: Ou seja, permite observar a extensao da intervencjao dos tradutores, atraves da analise do modo como estes transmitem as suas crencjas e conhecimentos para o texto traduzido. Hatim e Mason, Traduzir tern sempre implicates ideologicas, como explicam Hatim e Mason: Embora muitas vezes seja dificil explicar a adicjao de informacjao por parte dos tradutores, podemos, no entanto, afirmar que estes, enquanto negociadores entre Hnguas e culturas, estao sempre a reagir ao contexto na tentativa de recriar significados de textos originais cf.: Johansson Tal como refere Stig Johansson, "Addition can be interpreted as the translator's response to the whole context, reflecting cross-linguistic differences in the sorts of meanings that are conventionally expressed in natural discourse" Deste modo, o contexto exige que os tradutores adicionem informacjao inexistente no texto de partida.

Porem, esta opc;ao dos tradutores e igualmente baseada em suposk;6es acerca dos conhecimentos dos leitores. Os tradutores podem sentir que a audiencia da lingua de partida e diferente da da lingua de chegada e que, portanto, e necessario inserir mais informacjao, de modo a ultrapassar o fosso que existe entre o mundo do leitor-alvo e o mundo textual cf.: Baker A tabela 1 sintetiza o numero total de unidades de traducjao por site, bem como o numero total de palavras dos textos em portugues e das respectivas traduces para ingles.

Os sites exibem uma grande disparidade em termos de tamanho, como o site da Regiao de Turismo Dao Lafoes, com 2. Mamede 9. Uma analise detalhada dos textos traduzidos revelou cinco tipos de adicjao: Quanto ao primeiro tipo de adicjao, nos quatro sites em analise verifica-se a tendencia para manter itens de caracter cultural em portugues tais como nomes de personalidades, produtos, festividades, tradi ;6es, edificios, comida e outras referencias culturais e para introduzir uma traducjao ou explicacjao entre parentesis.

A titulo de exemplo, segue-se uma listagem de algumas adi ;6es, que aqui surgem isoladas do seu contexto. Contudo, refira-se que a analise das estrategias de traducjao foi efectuada com as frases contextualizadas, tal como se pode observar no seguinte excerto de umapagina retirada do corpus Turigal.

Joao I, em elevou Alvaiazere a condicjao de Vila e D. Manuel deu-lhe nao so Foral novo em como novo donatario: O Duque de Cadaval. In , King D. Manuel not only gave it a new charter in , but also a new recipient: The Duke of Cadaval. Many centuries later, in , Jose M! A adicjao pode ser uma forma de lidar com concertos especificos de uma cultura, para os quais nao existe equivalente directo na cultura de chegada Baker Ainda assim, os tradutores optam por colocar estes equivalentes entre parentesis e deixar, muitas vezes, a palavra ou expressao portuguesa entre aspas.

As tabelas 3, 4, 5 e 6 exibem os primeiros 20 exemplos desta estrategia em cada um dos sites em estudo. Esta e, sem duvida, a estrategia mais usada, especialmente no caso das referencias a tradi ;6es locais e edificios. No site da Regiao de Turismo do Alto Mnho Tabela 3 , esta estrategia surge sobretudo na designacjao de monumentos palacios, igrejas, capelas, etc. O mesmo sucede no caso de diversos produtos alimentares e especialidades gastronomicas.

Existem tambem alguns exemplos relativos a objectos locais, tradicjoes, lugares, monumentos e, a semelhancja do site da Regiao de Turismo da Planicie Dourada, mantem-se uma expressao popular, que neste caso e usada para polissema 10 31 designar uma regiao: Os tradutores parecem nao levar em considerable o facto de esta estrategia se tornar entediante para o leitor, uma vez que a sua leitura e constantemente interrompida pela informacjao adicional dada entre parentesis. Embora seja, por vezes, dificil justificar o seu uso tao generalizado, uma explicacjao possivel e o facto de, ocasionalmente, ser mesmo util para o leitor, e eventual visitante, ter acesso a designates em portugues ou seja, na lingua de partida , especialmente no caso de informacjao que surge nos postos de sinalizacjao turistica apenas em portugues por exemplo, os nomes de monumentos e de lugares.

No entanto, sera necessaria mais investigacjao, a fim de apurar se esta estrategia tambem e adoptada na versao inglesa dos restantes sites das Regioes de Turismo.

A tabela 7 exibe o numero total de ocorrencias da estrategia oposta: Trata-se, uma vez mais, de uma estrategia usada nos sites em analise, mas uma comparacjao entre estes revela que apenas ocorre em dois momentos no site dos Templarios. A versao inglesa do site da Planicie Dourada revela uma caracteristica interessante: Os tradutores usam a adjectivagao positiva para captar a atencjao dos leitores e esta e uma estrategia que esta em perfeita sintonia com a funcjao principal dos textos turisticos: Os tradutores procuram obter uma resposta emotiva por parte do leitor, de modo a reforgar a imagem positiva de uma regiao, como se pode observar pelos seguintes exemplos: Plamcie Dourada PLA This route starts in Aljustrel, the mining village, where we suggest a visit to the mines that were explored since roman times, and afterwards - climbing the steepy slope up to the main church - the new Municipal Museum where you may find the exhibition " Years of Mning in Aljustrel".

Although the beach has a lifeguard, this structure offers more safety and relaxation for those who are vacationing with the little ones. For the older ones, after the water and sunbathing, the bar provides refreshment to savour and relax under the shadows of green. In a few words: Relativamente a informacjao historica e cultural suplementar Tabela 9 , os sites revelam que os tradutores tambem fazem uso desta estrategia.

Pode argumentar-se que tal se deve a necessidade de superar as diferencjas culturais existentes entre o mundo textual e os conhecimentos dos leitores-alvo. Encontraram-se 13 exemplos desta estrategia no site do Alto Minho, 3 no do Centro e 12 no da Planicie Dourada.

Nao ha quaisquer exemplos no site dos Templarios. Templarios TEM for the comfort of the holidaymakers. The access is made from Vila de Rei, taking the new polissema 10 39 extension of the EN2 and continuing on until reaching the turn that leads to the population of Milreu that has to be entirely crossed from one-side to another. When you reach an intersection, turn left and m after you are in Penedo Furado as indicated by the road signs.

Conclusao Embora a importancia economica do turismo em Portugal tenha vindo a crescer, pouca tern sido a atencjao dada aos textos responsaveis por este contacto linguistico-cultural cf:. Williams e Chesterman Os resultados da nossa analise, baseada em corpus, demonstram que esta e uma estrategia bastante usada nos quatro sites das Regioes de Turismo.

Os tradutores participam activamente na criacjao de uma determinada imagem de uma regiao e podemos, certamente, aprender bastante com a analise das suas "adicjoes" de informacjao. As opc;6es linguisticas dos tradutores tern implicates para a promocjao de Portugal via Internet e para os responsaveis pelo marketing do pais no exterior.

Este estudo com o corpus Turigal salienta a parucipacjao activa dos tradutores na comunicacjao com uma audiencia externa, atraves da identificacjao de padroes linguisticos que seria praticamente impossivel identificar sem recurso a um corpus paralelo alinhado.

A criacjao de grandes quantidades de corpora, especialmente corpora paralelos, faculta a investigacjao de caracteristicas linguisticas e extra-linguisticas dos textos traduzidos, a uma escala dificilmente alcancjavel com uma analise manual dos textos Zanettin Este estudo esta confinado a um numero relativamente pequeno de conteudos de sites e, alem disso, apenas se centra em sites traduzidos para Hngua inglesa.

Sera necessaria uma investigacjao adicional a fim de comparar estes resultados com as opc;6es linguisticas adoptadas por tradutores de outras Hnguas, para descobrir, por exemplo, se as traduc;6es para frances, italiano ou espanhol exibem a mesma estrategia de adicjao. In Other Words: A Coursebook on Translation. London and New York: Parallel texts in language teaching.

Multilingual Corpora in Teaching and Research. Rodopi, Lost in parallel concordances. Corpora and language Tearners. John Benjamins Publishing, Universidade de Vigo. Procesamiento y aplicaciones de los corpus paralelos. Revista de la Asociacion de Tecnicos de Informdtica. Parallel corpora for the Galician language: In Lino, Teresa et al. The Translator as Communicator. Seeing through Multilingual Corpora: On the use of corpora in contrastive studies.

Studies in Corpus Unguistics. John Benjamins Publishing Company. Marketingpara Turismo. Pearson Education.

Corpus Unguistics. Second Edition. Edinburgh University Press. Mnisterio da Economia e da Inovacjao. Piano Estrategico Nacional do Turismo. Para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal. Turismo de Portugal, ip. Marketing Turistico. Ediciones Piramide. From the Rosetta stone to the information society: A survey of parallel text processing. In Veronis, Jean. Parallel Text Processing: Alignment and Use of Translation Corpora.

Kluwer Academic Publishers, The Map: Jerome Publishing. Parallel Corpora in Translation Studies: Issues in Corpus Design and Analysis.

About this book

In Olohan, Maeve. Jerome Publishing, Assim sendo, a tradicional divisao entre Interpretacjao Simultanea e Interpretacjao Consecutiva sucedeu a introducjao das unidades curriculares de Interpretacjao de Conferencia, Interpretacjao Remota e de Teleconferencia e de Interpretacjao de Acompanhamento. Adoptamos a designaf ao de Interpretafao de Acompanhamento pa. Concentraremos, por conseguinte, a nossa atenfao nas questoes que se seguem: Que estrategias pedagogicas melhor se adaptam ao ensino desta disciplina?

Como reproduzir a heterogeneidade dos contextos comunicativos que a Interpretafao de Acompanhamento envolve numa sala de aula? Que ponderacjao deve assumir o desempenho linguistico em comparacjao com as competencias de mediacjao intercultural? Como integrar, na pratica, conceitos e teorias no dominio da Interpretafao de Acompanhamento?

Abstract In a society where the migration paths design a new socialization context and where globalization leads to an unfathomable rise of the intercultural meetings, it's important to refocus the importance of community interpreting training. Therefore, we will be focusing our attention in the following questions: Which pedagogical strategies are best adapted to the teaching of this discipline?

How to reproduce the heterogeneity of the communicative contexts that Liaison Interpreting involves inside a class room? In comparison with the intercultural mediation skills, what importance should the linguistic performance assume? How to teach concepts and theories to the Liaison Interpreting area of expertise? Interpreter training, Liaison Interpreting, intercultural mediation 46 polls sema 10 1. Introdugao Ao inves de paises como os Estados Unidos, a Australia, o Canada ou Reino Unido1, onde tern gozado de prestigio e relevancia crescente ao longo dos ultimos anos, atraindo a atencjao progressiva dos investigadores, em Portugal, nao obstante esta apologia de interpretacjao pratica seja corrente, o ensino e a investigacjao da chamada interpretacjao de comunidade mantivera-se, ate ha bem pouco, descoordenado e sem interesse.

Para este efeito, muito contribuiu, por um lado, a atractividade dos dois modos de interpretacjao de conferencia consagrados, o modo simultaneo e o modo consecutivo, que, no nosso pais, sao os usualmente ensinados nas diversas institui ;6es de ensino superior que se dedicam a formacjao em interpretacjao, e, por outro lado, a propria indefinicjao terminologica da actividade, que persiste em acumular diferentes termos para a designar, tal como indicaram Gentile, Ozolins e Vasilakakos: Uaison interpreting is the name given to the genre of interpreting where the interpreting is performed in two language directions by the same person.

This activity has acquired a number of epithets according to the environment within which it developed and to the political considerations in the parts of the world where it is practised. In the United Kingdom, for example, this form of interpreting is called 'ad hoc' or public service' interpreting in Scandinavia 'contact' interpreting and in Australia 'threecornered' or 'dialogue' 1 Phelan, Mary , Community Interpreting in Ireland, Interpreting in the Community: Re-conciliation through power management", disponivel em: The term 'liaison intepreting' was coined to distinguish it from 'conference intepreting'.

Se os autores realcjam as diferencjas geograficas na definicjao terminologica, que pode ser public service interpreting UK , cultural interpreting Canada , liaison intepreting Australia , contact interpreting Scandinavia , dialogue intepreting,, ad hoc, triangle, face-to-face, and bidirectional or bilateral intepreting Gentile et al, ; Carr, , nao podem, porem, deixar de reconhecer uma certa identidade e homogeneidade nas praticas e no escopo das actividades a que esses termos se referem, apontando todos para o caracter de servigo publico que assumem cumprir.

Sendo tradicionalmente um pais de emigragao, Portugal tern vindo, nas ultimas decadas, a lidar com novos desafios no que concerne o acolhimento de uma nova forga de trabalho, consequencia da mobilidade crescente da forga de trabalho, no contexto da abertura do mercado na Uniao Europeia.

Por outro lado, o reconhecimento acrescido e a aposta no turismo como sector fundamental do desenvolvimento economico portugues tern desvelado a necessidade de se formar tecnicos especializados na actividade de guia-interprete. O Instituto Superior de Contabilidade e Administracjao do Porto, atraves do seu Mestrado em Traducjao e Interpretacjao Especializadas, visa responder, se possivel antecipando, as necessidades do mercado, ao apresentar um programa de treino em traducjao e interpretacjao que prepare os futuros profissionais para os desafios de um mercado de trabalho aberto e globalizado.

Alem disso, toma-se vital ponderar as questoes eticas da profissao, numa actividade em que frequentemente o recurso a amadores pode condicionar a qualidade do servicjo, tal como refere o canadiano Nathan Gerber: Usually, the environment is one of high emotion where misunderstanding will expose the parties to some serious risk.

For example, it may result in improper diagnosis, unneeded tests, loss of income, criminal charges being wrongfully laid or the failure to lay criminal charges when warranted. Unfortunately, most community interpreting is done by volunteers, oflen family members, who have had no training whose competence is unknown, and who have had no exposure to the ethical issues inherent in this type of interpreting. Pym, Assim sendo, a traditional divisao entre Interpretafao Simultanea e Interpretafao Consecutiva sucedeu a introdufao das unidades curriculares de Interpretafao de Conferencia, Interpretafao Remota e de Teleconferencia e de Interpretafao de Acompanhamento.

Este estudo pretende apresentar e discutir as diferentes abordagens pedagogicas ensaiadas no decorrer da implementafao da unidade curricular de Interpretafao de Acompanhamento, sustentadas por uma reflexao de cariz cientifico-pedagogico, filtrada pelas tendencias de investigafao mais recentes nesta area. Adoptamos a designacjao de Interpretafao de Acompanhamento pa. Que ponderafao deve assumir o desempenho linguistico em comparafao com as competencias de mediafao intercultural?

Enquadramento Teorico: Referimo-nos, de forma particular, a conceitos de pragmatica de comunicafao e da importancia da mediafao intercultural no contexto da Interpretafao de Acompanhamento.

A reflexao sobre a Interpretafao de Acompanhamento centrou-se, num primeiro momento, na abordagem de conceitos da pragmatica da comunicafao, de forma a dotar os alunos da aparelhagem teorica necessaria para compreender e perspectivar de forma adequada a pratica conversational, de caracter dialogico que envolve este modo especifico de mediafao linguistica.

Dentro das nofoes de pragmatica conversational, e apesar da analise do discurso conversational ter sido descurada pela maioria dos estudiosos, dado o seu caracter efemero, fluido, aleatorio e, por conseguinte, dificil de sistematizar, os alunos foram alertados para as diversas funcionalidades da conversa. Nao obstante esse caracter fluido aleatorio, apratica conversacional e algo a que qualquer ser humano sabe adaptar-se intuitivamente, reconhecendo de foima quase inconsciente como se desenrolam varios tipos de conversa em diversos contextos e situates.

Sugeriu-se, por conseguinte aos alunos que reflectissem sobre a definicjao adequada de conversa. A defmicjao mais alargada, que defende que conversa sao todas as praticas interactivas de discurso, independentemente do conteudo dos enunciados trocados, da natureza e do numero de interlocutores, parecia indiciar criticamente uma definicjao de pratica discursiva. Em contrapartida, uma definicjao mais restrita de conversa, como a que aponta para a simples troca de enunciados espontaneos entre urn numero limitado de interlocutores, que incidem sobre assuntos de natureza familiar da vida quotidiana, levantava a critica sobre a ambiguidade do que seria de ambito familiar e quotidiano, bem como da especificacjao do numero de participantes.

Neste contexto, preferiu-se optar pelas definicjoes de Levinson que defende que a conversa consiste na "maneira predominantemente familiar de fala na qual dois ou mais participantes alternam livremente, que geralmente ocorre fora dos quadros institucionais, tais como, por exemplo, os services religiosos, os tribunals, as salas de aula" Stephen Levinson, Pragmatics, e de Goffman: Para concluir, a abordagem dos conceitos de analise conversacional, no contexto da unidade curricular de Interpretacjao de Acompanhamento, centrou-se numa focalizacjao da analise conversacional, distinguindo-a das analises textuais e discursivas que privilegiam abordagens semanticas e sintacticas, para focalizar a atencjao naquilo que a analise conversacional destaca, nomeadamente a referenda, a interlocucjao e a relacjao interactiva.

Os conceitos de proxemica, as variaveis situacionais, os elementos paralinguisticos, sao elementos fundamentals a ter em conta na interpretacjao de acomp anhamento. Este amplo conhecimento de competencias comunicativo-pragmaticas exigidas ao interprete de acompanhamento deve, no entanto, ser acompanhado por competencias culturais bem estruturadas.

Efectivamente, com a globalizacjao e o aumento dos fluxos migratorios multiplicou-se a quantidade de encontros e contactos interculturais, nos quais o interprete participa na qualidade de mediador lingmstico e cultural.

Foi, por conseguinte, urn dos objectivos das aulas teoricas da unidade curricular de Interpretacjao de Acompanhamento demonstrar como a competencia e sensibilidade intercultural do interprete conduzem a urn melhor entendimento das partes, recorrendo quer ao visionamento de videos, quer a textos teoricos, como o artigo de G. Pistillo, "The interpreter as a cultural mediator".

Dos muitos factores que afectam o complexo relacionamento entre cultura e comunicacjao, sobrelevou-se a abordagem das assimetrias entre culturas muito e pouco contextualizadas, os diferentes conceitos de tempo e o uso do silencio2.

Em conclusao, todo o even to que exige a presence de interprete s e, em si proprio, urn evento intercultural. Este traduz para pessoas que, falando linguas diferentes, tern urn conjunto de valores, normas e habitos especificos da sua cultura. Competencias avaliadas: Para o fazermos, apoiamo-nos nao so na nossa experiencia previa no desenvolvimento de curriculos para a Licenciatura Bi-Etapica em Traducjao e Interpretacjao Especializadas, mas igualmente num documento assinado por Yves Gambier em nome do grupo de especialistas do EMT European Masters in Translation e publicado em , sob o titulo "Competences pour les traducteurs professionnels, experts en communication multilingue et multimedia"3, e naquelas que sao as indicates do Directorio Geral de Interpretacjao da Comissao Europeia num documento intitulado "European Masters in Translation"4, datado de , e que serve como referenda para o planeamento, avaliacjao e comparacjao de curriculos programaticos na area da Traducjao e Interpretacjao.

As seis competencias descritas por Gambier, a saber, i "competences en matiere de prestation du service", ii "competence linguistique", iii "competence interculturelle", iv "competence en matiere d'extraction d'information", v "competence thematique" e vi "competence technologique", foram, por conseguinte, plasmadas e estruturadas em oito competencias requeridas para a unidade curricular de interpretacjao de acompanhamento: Reconhecer os varios tipos e modos de Interpretacjao de Acompanhamento; 3Disponivel em: Integrar conceitos e teorias do dominio da Interpretacjao de Acomp anhamento; 5.

Desenvolver estrategias de trabalho especificas para o exercicio da profissao de interprete no contexto de acomp anhamento; 6. Identificar situates e contextos de comunicacjao para melhor adaptar estrategias comunicativas; 7. Preparar-se autonomamente para sessoes de interpretacjao; 8. Monitorizar o processo e o desempenho, desenvolvendo a capacidade de auto-correccjao. Estas competencias envolveram para alem do ja mencionado quadro teoretico de abordagem da actividade de Interpretacjao de Acomp anhamento, a luz dos mais recentes trabalhos de investigacjao, o treino intensivo para melhorar a pratica de interpretacjao, desenvolvendo e aperfeicjoando estrategias comunicativas, bem como a discussao da necessaria profissionalizacjao da actividade de interprete de acompanhamento, que necessita de urn processo complexo de regulamentacjao e institucionalizacjao, nomeadamente atraves da criacjao de um codigo de etica e de um quadro legal que sustente esta actividade.

Parulhamos, com efeito, das palavras de Teodor Hrehovcik e acreditamos que as recentes transformacjoes do mercado a escala global e correntes migratorias, exigem as institui ;6es de ensino superior, que formam futuros profissionais nas areas de mediacjao linguistica e intercultural, padroes de ensino de alta qualidade, nao podendo deixar de antever os seguintes objectivos: Teodor Hrehovcik: Descrigao de situagoes comunicativas: Dada a relevancia que atribuimos a dimensao pragmatica na unidade cumcular de Interpretacjao de Acompanhamento, pareceu-nos fundamental, por um lado, desenvolver variadas situates comunicativas e cenarios que pudessem ilustrar a diversidade de uma actividade tao multifacetada, para que os alunos desenvolvessem estrategias de trabalho especificas para o exercicio da profissao de interprete no contexto de acompanhamento e, por outro, identificar simultaneamente situagoes e contextos de comunicagao para melhor adaptar estrategias comunicativas.

Related Post: PEANUTS COMIC PDF

Os cenarios foram construidos com base no que a literatura defende para a Interpretagao de Comunidade, segundo Teodor Hrehovcik: The training in the development of the above-mentioned abilities and skills should focus on the specific types of events in which communication takes place.

The event is defined by factors such as the physical location, number of participants and type of discourse. These include: Interpretacao em contexto turistico O Turismo e uma actividade em franco crescimento em Portugal.

Milhares de pessoas viajam dos quatro cantos do mundo para visitar o nosso pais e procuram conhecer a nossa riqueza cultural, o nosso patrimonio e a gastronomia. Segundo dados estatisticos do Ministerio da Economia, Inovacjao e Desenvolvimento, apesar de ter registado urn recuo, em , Portugal recebeu cerca de 11, 5 milhoes de hospedes, tendo as receitas associadas ao Turismo atingido um valor de 1.

Referimo-nos nomeadamente as actividades de Guia Interprete nas Caves do Vinho do Porto, ou em monumentos nationals que, embora consideradas pelo 5 Dados do Ministerio da Economia da Inovacao e do Desenvolvimento: Verite Collins designa estes guias por "in-house guides", definindo-os como sendo aqueles que trabalham em: Para isso, foram utilizados videos de promocjao turistica, que permitiam a realizacjao de exercicios variados desde o simples shadowing, a exercicios de tomada de notas, memorizacjao, reformulacjao ou parafrase, insistindo nas estrategias fundamentais do ensino da interpretacjao em modo consecutive Os alunos foram tambem incentivados a realizar trabalhos individuals de preparacjao e organizacjao de visitas turisticas guiadas, tendo, numa real visita ao centro da cidade do Porto, escolhido e apresentado alguns dos seus monumentos mais emblematicos, tais como a Torre dos Clerigos, a Cadeia da Relacjao, o Palacio da Bolsa, a Igreja de S.

Francisco, a Livraria Lello, entre tantos outros. In these cases, the guide serves as a salesperson and a public relations tool". Interpretagao em contexto de negocios Sendo o ISCAP uma mstitukjao de ensino superior que forma estudantes nas areas administrativo-financeiras, o treino da interpretacjao em contexto de negocios nao poderia ser descurado. A metodologia seguida nas aulas de Interpretacjao de Acompanhamento teve como objectivo primordial treinar os alunos para analisar as ideias e a informacjao contidas em dialogos ou discussoes de grupo, mediando com sucesso a comunicacjao entre falantes de Hnguas diversas, preparando-os simultaneamente para trabalhar como interpretes bilingues num contexto de negocios, atraves do treino de tomada de notas, do aperfeicjoamento das competencias culturais e de pesquisa terminologica.

As tecnicas treinadas especificamente para situacoes de interpretacjao de negocios foram a interpretacjao consecutiva, a interpretacjao sussurrada chuchotage e a interpretacjao via telefone. Para tal, envolveram-se os alunos no processo de ensino-aprendizagem, pedindo-lhes para simularem reunioes de negocios atraves da metodologia de jeu-de- roles, onde em trabalho de grupo, desenvolveram situates comunicativas muito variadas.

Nestas simulac;6es, os alunos — que altemadamente representavam quer os falantes de duas Knguas distintas, quer o interprete — foram treinando apresentac;6es de fabricas, recepcjao de clientes e fomecedores, reunioes, conferencias de imprensa, feiras e exposic;6es e negociacjoes diversas. Todo e qualquer acto que nao respeite esta regra e considerado nulo.

Ora, quando o arguido ou uma testemunha nao sao de nacionalidade portuguesa e obrigatorio nomear urn interprete, mesmo que a entidade que preside ao acto ou qualquer dos participantes processuais conhecjam a lingua estrangeira. Os custos dos services de interpretacao sao totalmente suportados pelo Tribunal. Este pedido e apreciado pelo Juiz. Com base na legislacjao portuguesa e com o aumento de cidadaos estrangeiros em Portugal, julgamos fundamental, como instituicjao de ensino, dotar os alunos de competencias fundamentals para o exercicio de interpretacjao em contexto juridico, onde nos parecem cruciais 1 estar familiarizado com o sistema legal em que operam, percebendo a importancia da linguagem num Tribunal e 2 estar consciente da responsabilidade do seu papel, reconhecendo a importancia das questoes eticas, neste contexto.

Utilizaram-se igualmente exercicios de consolidacjao, nomeadamente recorrendo a gravac;6es e exercicios do Manual da Acebo "The Interpreter's Edge: Practical Exercises in Court Interpreting". As situates comunicativas que envolvem a interpretacjao no ambito judicial podem alternar entre contextos mais formais, como no caso dos tribunals onde pode ser usado quer o modo consecutivo, quer o simultaneo, ou em contextos de menor formalidade, como e o caso de depoimentos em esquadras de policia ou audiencias com advogados, entre outros.

Interpretacao em contexto medico O recurso a interpretes profissionais em contexto medico e algo bastante invulgar em Portugal. Os hospitals e os medicos Portugueses nao tern por habito solicitar apoio especializado na mediacjao linguistica e cultural com os pacientes.

O diagnostico e consultas sao normalmente feitos, quer atraves do uso de uma lingua universal, como o ingles, quer atraves do recurso a profissionais de saude ou familiares com conhecimentos linguisticos.

Como e obvio, a ausencia de formacjao especializada nao assegura a eficacia, confidencialidade, a precisao e qualidade que devem orientar o servicjo de interpretacjao. Decidimos, por conseguinte, que urn programa completo em Interpretacjao de Acompanhamento deveria prever igualmente o treino de situac;6es onde os alunos servem de interpretes em contexto medico, mobilizando todo urn conjunto de conhecimentos terminologicos e culturais bilingues. Usamos novamente a tecnica de "jeu-de-roks", tendo os professores de Lingua Francesa, Inglesa e Alema, desempenhado rotativamente os papeis de paciente e medico, enquanto os alunos interpretavam.

Conclusao O relato pedagogico, que aqui reproduzimos, pretende dar conta do estado do ensino e da pratica da profissao de interprete de acompanhamento que se distingue da interpretagao de conferencia nao so por se realizar em contextos variados, mas igualmente pelo menor grau de formalidade, pelo facto de dispensar qualquer equipamento e por exigir verdadeiras qualidades de mediagao social e cultural.

As competencias exigidas ao profissional de interpretagao nao deixam, porem, de ser cada vez maiores, uma vez que Portugal passou de pais de emigragao a pais de acolhimento. O aumento de encontros intemacionais, a flexibilizacjao e expansao do mercado do trabalho tornam premente que as institutes de ensino superior respondam de forma eficaz a estes novos desafios, pondo em marcha curriculos que prevejam as necessidades do mercado de interpretacjao.

Para atingir tais propositos acreditamos ser fundamental nao so reproduzir a heterogeneidade das situates comunicativas que a Interpretacjao de Acompanhamento envolve, mas igualmente fomecer aos alunos o contacto com um quadro conceptual e teorico que enquadre a disciplina e lhes facilite a interiorizacjao das questoes eticas que lhe sao inerentes.

Projeto e fabricação de uma fibra óptica feito de água

Dado que na Interpretacjao de Acompanhamento, na grande maioria dos casos, o interprete trabalha em ambos os sentidos, seria desejavel que os alunos que ingressam no Mestrado possuissem um conhecimento bilingue perfeitamente consolidado. O facto e que isto nem sempre acontece e, a cada ano, os exercicios a aplicar serao adaptados fonjosamente as necessidades de aperfekjoamento linguistico dos alunos.

Por outro lado, julgamos que a aliancja entre a teoria e a pratica e deveras fundamental e, por isso, nos congratulamos que, embora muito recente, a implementacjao desta unidade curricular ja tenha produzido os seus frutos, nomeadamente atraves das pesquisas levadas a cabo pelos nossos alunos. E, de facto, de realgar o investimento inedito e inovador dos nossos alunos em pesquisas nestas areas, que recentemente culminaram com a apresentacjao da tese "A profissao de Guia-Interprete nas Caves do Vinho do Porto" por Dina Caetano.

Esta tese da, efectivamente, um contributo para um esbocjo da situacjao profissional, da formacjao e aspirac;6es dos guias-interpretes que trabalham nas caves do Vinho do Porto, contribuindo, de forma decisiva, para o seu reconhecimento e profissionalizacjao. By comparing and contrasting Portuguese patterns with those found in Spanish and English, we address a range of issues that students may encounter while learning Portuguese.

The "Sound System" section provides a description of the most common sounds found in Brazilian and European Portuguese, sounds that all Portuguese speakers recognize regardless of their dialect; consequently, a learner could emulate these sounds without risk of being misunderstood in either dialect.

We have chosen not to focus exclusively on the sounds of either Brazilian or European Portuguese, nor do we attempt to give their subdialectal variations, which books specifically written about dialectology have effectively done. We do pay special attention to nasal vowels and diphthongs, which are a distinctive feature of Portuguese pronunciation.

The "Writing System and Accentuation" section begins with a description of the letters used to transcribe Portuguese sounds. Once we identify the sound or sounds associated with each individual letter, we compare and contrast the Portuguese letters or letter sequences with those used in Spanish and English.

After describing Portuguese punctuation and diacritical marks, we discuss the Portuguese system of written accentuation, which differs considerably from the Spanish system.

The "Cognates" section shows how to recognize and form cognates by learning and applying the patterns that correspond between Portuguese, Spanish, and English; students who learn and apply these patterns can dramatically and easily increase their vocabulary.

The greater part of this manual is devoted to grammar. We address the grammatical topics found in current Portuguese textbooks, and we endeavor to provide cohesive and concise explanations that address the issues associated with these topics.

Since we consider Portuguese a single language, with dialectal variants that learners should recognize, we emphasize the commonalities xv Portuguese of Portuguese grammar. When a European Portuguese variant occurs, we adhere to Brazilian Portuguese usage, but we clearly state the variant either in a footnote or in parentheses. We do make the assumption—admittedly problematic—that European variants tend to apply to the Portuguese spoken in Lusophone Africa.

Throughout this manual, in both the text and the footnotes, we offer explanations of issues commonly discussed in the language classroom.

Numerous "Notes to Spanish Speakers" are included to highlight significant differences between Portuguese structures and their Spanish counterparts. Also included are details on historical linguistics, which we have found through classroom experience especially useful for learners who have studied Latin or another Romance language and who have questions concerning the evolution of Portuguese and Spanish from Latin.

Since this manual is intended for beginning as well as advanced learners of Portuguese, we provide extensive verb charts to complement material found in most textbooks. The charts are arranged not only by verb but also by verb tense, and they should be especially useful for beginning-level students, who must often understand the patterns of a tense before they are able to apply them to a particular verb.

These charts can serve equally well as a reference tool for instructors. We also include other grammar charts on pronouns, adverbs, prepositions, etc.

For readers who would like to continue their studies by specializing in one particular dialect of Portuguese, we provide at the end of the book a list of reference works. We are grateful to the following current and former Brazilian exchange officers assigned to West Point for their invaluable help in proofreading the manuscript: Maj. Floriano Peixoto Vieira Neto, Maj.

Luiz Guilherme Paul Cruz, and Lt. Fernando Civolani Lopes.Hitler's Willing Executioners: If it is based on a dyadic or existential relationship with its object, then it is [ Jones-Kellogg, Rebecca. O exterminio nazi funcionou, no fundo, de acordo com o principio de que seres humanos poderiam ser "tratados" numa especie de sistema de "linha de montagem, num ambiente calmo e industrial" Stone, Atraves da sua obra, o autor da vida a inumeros vultos femininos, pois retira-os do anonimato e da voz aos seus sussurros silenciosos.

As Higson puts it: Cada texto possui urn cabecjalho com informacjao acerca do site: The access is made from Vila de Rei, taking the new polissema 10 39 extension of the EN2 and continuing on until reaching the turn that leads to the population of Milreu that has to be entirely crossed from one-side to another.

KATIE from Illinois
Also read my other posts. I take pleasure in crossword puzzles. I relish studying docunments vivaciously .